5 de jun de 2010

Seminário debate desafios da juventude negra


O I Festival das Juventudes em Fortaleza também recepciona o Seminário “Lutas e Resistências da Juventude Negra”, durante o dia de hoje (05/06), no espaço Dandara.
Reunindo jovens negros de vários estados brasileiros e representantes do movimento em torno das políticas de igualdade social e combate ao extermínio da juventude negra, o evento pretende, em quatro painéis temáticos e uma conferência, aprofundar o debate nacional entre as lideranças do movimento de juventude negra e do poder público, assim como um balanço da Política Nacional de Igualdade Racial.

A abertura contou a presença de Ismênio Bezerra (coordenador de juventude do Governo do Estado), Luís Bernardo (coordenador de Igualdade Racial da PMF), Fátima Mesquita (Secretaria de Cultura da PMF), Juliano Gonçalves (Conselheiro Nacional de Juventude) e Lucas Vieira (integrante da Juventude Negra Kalunga).

A primeira mesa trouxe as reflexões sobre o presente e passado da juventude negra, discutindo os impactos das atuais organizações nacionais de jovens negros, como o Fórum Nacional, maior organização de jovens afrodescendentes no Brasil, que nasceu após o ENJUNE – I Encontro Nacional da Juventude Negra. Segundo Enrico Vieira Rocha, do Coletivo de Juventude da Coordenação Nacional de Entidades Negras, após o ENJUNE, temos as primeiras grandes propostas ligadas ao segmento “A partir daí nós temos a gestão dos nossos projetos e colocamos para o poder público nacional as reais demandas de nossos jovens, discutida por eles”, completa Enrico.

Rafael Mesquita - IJC
Comunicação Colaborativa

Nenhum comentário: