4 de jun de 2010

Tenda da Homofobia provoca jovens no Festival das Juventudes


No roteiro de debates do festival das Juventudes os movimentos de LGBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais) ganham espaço na tenda contra a Homofobia.

A proposta é provocar discussões sobre políticas de juventude contra a homofobia, debatendo e aprofundando questões sobre juventudes e sexualidades, identidades e como estas juventudes participam politicamente do combate à homofobia.

Luana Marley, coordenadora da diversidade sexual da Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza (SDH), ressalta a importância deste festival como um espaço transformador social através da juventude apostando na pluralidade e fomentando um pensamento crítico entre jovens como uma ação multiplicadora da luta contra homofobia e no enfrentamento do machismo e do racismo.

A representante do movimento social LAMCE (Liberdade de amor entre mulheres no Ceará) Dediane Souza, está presente na mesa debatendo sobre os direitos que são negados aos LGBT pela orientação sexual e pela diversidade de gênero.

Atenta a esta realidade a Prefeitura Municipal de Fortaleza que aposta na diversidade, está implementando em breve um Centro de Estudos de Pesquisas e Proteção aos Direitos dos LGBT em parceria com a Secretaria dos Direitos Humanos , visando dar suporte a este segmento nas área jurídica, psicológica e da assistência social.

A tenda da Homofobia contribui a partir da discussão do tema LGBT na construção de um espaço livre da homofobia através da informação, a melhor arma na luta contra o preconceito, trabalhando a auto estima, a identidade política, focando o sujeito como cidadão que possa transformar a sua realidade.

Gerusa Rosa (PMF)
Comunicação Colaborativa

Nenhum comentário: